Pra quem perdeu a irmã, a luta foi longe

Leda é aposentada e morou na ocupação da Florêncio de Abreu, 48. Ela havia sido expulsa de um hotel e já tinha vivido em albergue. “Uma advogada que morava lá e estava na pior deixou uma carta pra gente e viemos pra cá”.

Centro Ocupado

Junto à amiga, pegou uma caixa de papelão e um monte de meia pra vender. A irmã de Leda estava mal de saúde, foi piorando com as condições do prédio, e a moradora ficou lá para cuidar dela, que acabou adoecendo na ocupação. Leda foi pra luta mesmo assim. “A água era pega no porão e tomava banho gelado. Lavava roupa e trazia roupa aqui pra cima”, lembra a moradora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s